Título: Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos da Política Social (Obrigatória)
Código: PGPS-08801
Carga horária: 60 hs (teoria: 60 hs )
Créditos: 4

Ementa
Questão social e política social. Abordagens teóricas e análise crítica da política social. O Estado de Bem-Estar Social: emergência, expansão e crise (ascensão do neoliberalismo e a crítica conservadora ao Estado de Bem-Estar Social). Estado e políticas sociais na América Latina e no Brasil: gestão, financiamento e controle social.

Bibliografia
ABEPSS. Temporalis. Brasília: Abepss/Grafline, ano II, n. 3, janeiro-junho
   2001.
ALMEIDA, Maria Hermínia Tavares de. Federalismo e políticas sociais.
   Revista Brasileira de Ciências
Sociais, ano 10, n. 28, p. 88-108, junho,1995.
BEHRING, Elaine. A política social no capitalismo tardio. São Paulo:
   Cortez, 2002.
______. Acumulação capitalista, fundo público e política social. In
   BOSCHETTI, Ivanete; BEHRING,
Elaine et al (orgs). Política social no capitalismo: tendências
   contemporâneas. São Paulo: Cortez, 2008, p. 44-63.
______. Brasil em contra-reforma: desestruturação do Estado e perda de
   direitos. São Paulo: Cortez, 2003.
______. Principais abordagens teóricas da política social e da cidadania.
   Capacitação em Serviço Social e política Social. Módulo 3. Brasília:
   UNB/CEAD, 2000. p.19-40.
BOSCHETTI, Ivanete; SALVADOR, Evilásio. Orçamento da seguridade social e
   política econômica: perversa alquimia. Revista Serviço Social e
   Sociedade, n. 87, p. 25-57, 2006.
______. Implicações da reforma da previdência na seguridade social
   brasileira. Psicologia e Sociedade, v. 15, n.01, Belo Horizonte, p. 57-96,
   jan/jun. 2003.
______. Seguridade social e trabalho: paradoxos na construção das
   políticas de previdência e assistência social no Brasil. Brasília:
   Letras Livres; UNB, 2006.
BRAMI-CELENTANO, Alexandrine; CARVALHO, Carlos Eduardo. A reforma
   tributária do governo Lula: continuísmo e injustiça fiscal. Revista
   Katálysis. Florianópolis, v. 10, n.1, p.44-53, jan/jun, 2007.
CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de
   Janeiro: Civilização Brasileira. 2004.
CASTEL, Robert. A insegurança social: o que é ser protegido? Petrópolis:
   Vozes, 2003.
______. As metamorfoses da questão social: uma crônica do salário.
   Petrópolis: Vozes. 1999.
COIMBRA, Marcos. Abordagens teóricas ao estudo das políticas sociais. In:
   ABRANCHES, S. et al. Política social e combate à pobreza. Rio de Janeiro:
   Zahar, 1987, p. 65-104.
DANANI, Claudia. El espacio publico em su laberinto: las políticas
   sociales y las confontaciones del universalismo. In: GLUZ, Nora; ARZATE
   SALGADO, Jorge (compiladores). Particularismo y universalismo en las
   políticas sociales: el caso de la educación. Buenos Aires:
   UNGS-Universidade
Autónoma del Estado de México, 2010, p.1-17.
DINIZ, Simone. Critérios de justiça e programas de renda mínima. Revista
   Katálysis. Florianópolis, v. 10, n.1, jan/jun., 2007, p.44-53.
DRUCK, Graça; FILGUEIRAS, Luiz. Política social focalizada e ajuste
   fiscal: as duas faces do governo Lula. Revista Katálysis. Florianópolis,
   v. 10, n.1, p.24-34, jan/jun., 2007.
FERRER, Jorge G. Política Social. Madrid: McGraw-Hill, 1998.
FREITAS, Rosana de C. Martinelli. O governo Lula e a proteção social no
   Brasil: desafios e perspectivas. Revista Katálysis. Florianópolis, v. 10,
   n.1, p.65-74 jan/jun. 2007.
MARQUES, Rosa Maria; MENDES, Áquilas. Servindo a dois senhores: as
   políticas sociais no governo Lula. Revista Katálysis. Florianópolis, v.
   10, n.1, p. 15-23, jan/jun., 2007.
______. O regime de acumulação sob a dominância financeira e a nova
   ordem no Brasil. In: MARQUES, Rosa Maria; FERREIRA, Mariana Jansen Ribeiro
   (org.). O Brasil sob a nova ordem: a economia brasileira contemporânea,
   uma análise dos governos Collor a Lula. São Paulo: Saraiva, 2009, p.1-19.
MISHRA, Ramesh. O Estado-Providência na Sociedade Capitalista. Tradução
   Ana Barradas. Oeiras, Portugal: Celta Editora, 1995.
PASTORINI, Alejandra. A categoria questão social em debate. São Paulo:
   Cortez, 2004.
PEREIRA, Potyara A. P. Política Social: temas & questões. São Paulo:
   Cortez, 2008.
RAICHELIS, Raquel. Democratizar a gestão das políticas sociais – um
   desafio a ser enfrentado pela sociedade civil. In TEIXEIRA, Marlene et al
   (orgs). Serviço social e saúde: formação e trabalho profissional. São
   Paulo: Cortez; Ministério da Saúde, 2006. Disponível:
   http://www.fnepas.org.br/pdf/servico_social_saude/texto1-4.pdf .
BRACHO, Carmém A; FERRER, Jorge G. Política Social. Madrid: McGraw-Hill,
   1998.
ROSANVALLON, Pierre. A Nova questão social. Brasília: Instituto Teotonio
   Vilela, 1998.
SALVADOR, Evilásio. Fundo público e seguridade social no Brasil. São
   Paulo: Cortez, 2010.
SPOSATI, Aldaíza. O primeiro ano do sistema único de assistência social.
   Revista Serviço Social e Sociedade, n. 87, 2006, p. 96-122.
SOUZA, Celina. Federalismo e gasto social no Brasil: tensões e
   tendências. Revista Lua Nova, São Paulo, n. 52, p. 5-29,
   2001.Disponível: http://www.scielo.br/pdf/ln/n52/a02n52.pdf
_______________.Desenho constitucional, instituições federativas e
   relações intergovernamentais no Brasil pós-1988. In FLEURY, Sonia
   (org.). Democracia, descentralização e desenvolvimento: Brasil & Espanha,
   Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006, p.187-211.
TREVISAN, Andrei Pittol e VAN BELLEN, Hans Michael. Avaliação de
   políticas públicas: uma revisão teórica de um campo em construção.
   Revista de Administração pública. Rio de Janeiro: FGV, n. 42, p.
   529-550, maio-junho, 2008.
WAGNER, Gastão. Efeitos paradoxais da descentralização no sistema único
   de saúde no Brasil. In: FLEURY, Sonia (org.). Democracia,
   descentralização e desenvolvimento: Brasil & Espanha, Rio de Janeiro:
   Editora FGV, 2006. p. 417- 442.


Fechar Janela